Gracia Cantanhede

Gracia Maria Baldoni Cantanhede é mineira de Campos Gerais e reside em Brasília desde 1972. É formada em Direito, aprovada em serviço público como Procuradora Federal.

Escreveu e publicou "PALAVRA DE MULHER", CRÔNICAS, 1994;  "JOGO DE PERSONA", POESIAS, 1997 E "PALAVRA DE MULHER", CONTOS, 2013/THESAURUS.

Foi a vencedora  do concurso Cultural da Editora Abril, em nível internacional, com o poema "AUTORRETRATO", em 1997.

Presidiu a Pró-Arte de Brasília, nas gestões dos anos 2000 e 2006.

Escreveu crônicas para o "Caderno Mulher" do  jornal Correio Braziliense durante três anos (de 1991 a 1994).

Desde os 16 anos escreve para jornais e revistas, tendo iniciado seus trabalhos literários no jornal "A VANGUARDA", de Boa Esperança - MG.

Foi cronista do jornal "DF NOTÍCIAS" e da revista "MULHER BONITA", entre outros periódicos.

Apresentou durante dois anos (2004 a 2006) o programa de entrevistas "GRACIA CANTANHEDE", na TV APOIO.

Recebeu vários prêmios , troféus e comendas em Brasília e em Belo Horizonte- MG.

 Participou de 16 antologias de contos, ensaios, crônicas e poesias.  Escreveu e aguarda a publicação de seu romance juvenil: "Madonna Chegou", além de quatro livros prontos para serem lançados, respectivamente de contos, poemas e crônicas.

 Escreve e publica em seu blog: literaturagraciacantanhede.wordpress.com