J. L. de Jesus - Black Mage VOL 01 "O Despertar"

Frederico Reinardt era apenas um simples ajudante de arqueologia quando, numa escavação em Vrasna, descobriu uma estranha e misteriosa caixa preta, contendo uma enigmática inscrição. Como um dos poucos sobreviventes da tragédia que se abate sobre o sítio arqueológico logo após a inusitada descoberta, mantém a existência da relíquia em segredo.

          No intuito de sanar a amarga dor pela perda prematura da amada esposa, que lhe deixa um filho de dois anos de idade, Frederico dedica trinta anos da sua vida a decifrar os segredos da impenetrável caixa preta, que mantém escondida em seu escritório, revelando sua existência apenas à uma pessoa: Sofia Kesser, sua fiel e meiga secretária, noiva do arrogante promotor público Eric Belisário que, há anos, guarda um profundo rancor e desprezo por Danzibar Reinardt, filho do arqueólogo, que se transformara num adolescente e jovem irresponsável e problemático.

          Quando, inesperada e inexplicavelmente, a caixa preta desaparece, Frederico Reinardt fica frente a frente com uma realidade que desafia todo o seu vasto conhecimento arqueológico. Sequestrado por inescrupulosas e terríveis criaturas humanoides, se vê diante de um misterioso e poderoso mago que se autodenomina Black Mage. A partir de então, uma enxurrada de perguntas sem respostas elaboram-se em sua mente. Danzibar estaria envolvido com aquelas horríveis criaturas, como desconfia a competente Detetive-Chefe Cecília Fortag? Teria Danzibar realmente mudado, como acredita o sargento Dorian? A Real Sociedade de Arqueologia sempre esteve a par da existência dos mithus, como indicam as evidências? Seria o Partido Conservador um braço político dessas criaturas humanoides, como acreditam Danzibar, Betesur e Gregory? Estaria ele, Frederico, rodeado por aquelas terríveis criaturas, tanto no círculo de amigos quanto entre a criadagem de sua mansão, já que eles, os mithus, podem assumir a forma dos terráqueos?

          Quando Black Mage revela sua segunda identidade a Frederico Reinardt, o arqueólogo descobre que Danzibar é o principal alvo dos mithus. Decidido a salvar a vida do seu filho, coloca seu vasto conhecimento arqueológico à disposição do misterioso mago, entregando-se de corpo e alma à sigilosa fraternidade que, anonimamente, luta contra os temíveis mithus.

           Black Mage, O Despertar, irá conduzi-lo a uma história cujo pano de fundo é a arqueologia, com tramas voltadas para a investigação policial, política, jornalismo, ambição, conspiração, mistérios e magias, narrada não a partir do personagem principal, mas apresentada, também, sob a perspectiva dos demais personagens que surgem nos caminhos de Danzibar e Black Mage, dando ao leitor uma visão completa dos fatos que vão se desenvolvendo pouco a pouco no decorrer da narrativa.