Robertson Guimarães - Liberdade de Escolha "Nos Domínios da fé"

O padre e missionário Hildebrandt Scott, um inglês naturalizado brasileiro, pretende construir mais uma escola ou centro educativo para jovens e adultos, e por isso busca o apoio da prefeitura local da cidade onde vem atuando como pároco.

Inicialmente apoiado pela Igreja Católica, da qual é membro há várias décadas, representada aqui por um bispo que fora seu mestre e tutor desde o início de sua carreira, durante o processo ele conhece algumas figuras com as quais se vê às voltas com discussões sobre diversos fenômenos que podem vir a abalar sua fé.

O estopim do processo é Rodrigo, um rapaz cuja personalidade singular lhe chama muito a atenção, o qual demonstra grande destreza em compreender diversos mecanismos religiosos, sem, no entanto, participar de nenhuma seita ou instituição religiosa.

Conhece também Samuel, um líder comunitário que é membro de uma ordem iniciática para-maçônica e praticante da Umbanda, e, junto com o prefeito da cidade, que é maçom, passa a promover vários encontros onde os diálogos passeiam por diversos temas correlatos.

Hildebrandt relata ainda, no curso desta obra, experiências extra-sensoriais cuja relevância pode levar o leitor a viajar pelo universo do esoterismo, ainda que em pequenas doses.

Raina, irmã de Rodrigo e professora primária de uma comunidade rural, responde pela pimenta no vatapá de Hildebrandt.